Você não come carne nem derivados de proteína animal, mas será que o seu pet também não deveria comer?

O debate acerca da questão se animais de estimação como cães e gatos podem se beneficiar de uma alimentação vegetariana ou vegana (isso é, sem a presença de qualquer proteína animal) vem gerando controvérsia, principalmente do ponto de vista ético.

Por um lado, não parece natural para esses animais seguir uma dieta sem proteína animal, ainda mais para o gato, que é um animal carnívoro obrigatório, diferente do cachorro que, por ser onívoro, têm alimentos vegetais também inclusos na sua alimentação. Por outro lado, muitos donos veganos e vegetarianos sentem um forte conflito moral ao alimentar seu pet com carne, considerando que muitas vezes a escolha de uma alimentação sem carne vêm de princípios éticos ou ambientais.

Mas afinal, cães e gatos podem ter uma alimentação saudável com uma dieta vegana?

Não existem estudos que comprovem que uma dieta vegana pode ser mais benéfica para animais domésticos do que a alimentação normal, nem vice-versa. O que se tem comprovado é que cães e gatos podem ter uma dieta perfeitamente saudável e uma excelente qualidade de vida sem o consumo de proteína animal. Tanto no Brasil quanto no exterior, já existem marcas de ração que trabalham exclusivamente com a alimentação vegana ou vegetariana.

O que acontece algumas vezes é que os donos acabam escolhendo o estilo de vida vegana para os seus animais sem consultar com um veterinário e sem levar em consideração as demandas nutricionais do seu pet, o que pode vir a ser extremamente perigoso para a saúde animal.

No livro “Cães veganos: Nutrição com Compaixão”, desenvolvido por James O’heare, o autor deixa claro que cães precisam de nutrientes específicos, não de ingredientes específicos. Para suprir suas necessidades energéticas e nutricionais, a dieta dos cães precisa ser composta por proteínas, gordura, água e carboidratos.

Proteínas são fundamentais no desenvolvimento e conservação de músculos e tecidos. Gorduras são importantes para fornecer energia, além de algumas vitaminas. Os carboidratos possuem uma ação vital no funcionamento saudável do corpo, provendo também energia.

Muitas das vitaminas e nutrientes necessários para o bom desenvolvimento canino podem ser encontradas em fontes vegetais. Os outros nutrientes que não estão presentes em vegetais, podem ser facilmente suplementados de uma forma sintética. E não há problema algum nisso. De fato, mesmo as rações feitas a base de carne costumam utilizar nutrientes sintéticos em sua fabricação, pois muitos dos nutrientes naturais da carne são destruídos no processo de fabricação da ração.

Com os gatos a atenção deve ser redobrada!

Como gatos são animais carnívoros, é essencial para sua dieta um aminoácido chamado taurina, que é encontrado justamente nos músculos de animais. Ao contrário de cães e humanos, os gatos não conseguem sintetizar esse aminoácido em quantidades satisfatórias para a necessidade do seu corpo.

A boa notícia é que já foi desenvolvida uma taurina sintética para gatos. Inclusive, essa taurina sintética é bastante usada em rações comuns. Além da taurina, outros ingredientes são vitais para os gatos: a vitamina A pré-formada e o ácido araquidônico.

Esses três ingredientes citados acima têm que obrigatoriamente fazer parte da dieta do felino para proporcioná-lo uma vida saudável. Os donos que optarem por não alimentar seus gatos com proteína animal, devem cuidar para fornecer estes e outros suplementos para seu felino, pois a deficiência dos mesmos pode causar sérios problemas de saúde, como cegueira, ou até mesmo provocar a morte do animal.

Consulte sempre um veterinário

Se você está pretendo trocar a dieta do seu companheiro de quatro patas, é imprescindível que, antes de tudo, clique aqui e agende uma consulta com dos nossos veterinários. Alimentar um animal requer cuidado e atenção, e é de máxima importância que a nova dieta escolhida traga todos os nutrientes e vitaminas necessários para que seu pet se desenvolva de maneira forte e saudável.

Ao consultar um veterinário, você descobrirá qual é o melhor tipo alimentação e ração mais adequada para o seu animal, levando em consideração as particularidades dele. Além disso, o especialista também poderá te auxiliar desenvolvendo um plano para que a nova dieta seja introduzida aos poucos, impedindo que o seu amigo apresente mudanças

Pin It on Pinterest

Share This