As alergias caninas são algumas das principais causas que levam nossos amigos de quatro patas para consultas veterinárias. E, assim como acontece com os seres humanos, essas alergias podem ser causadas por vários fatores e situações presentes no dia a dia. É importante prestar atenção nos hábitos do pet e procurar uma avaliação profissional sempre que houver alguma variação de comportamento ou indicativos de complicações na saúde dele.

Mas, para compreender se o seu cachorro está sofrendo com alguma alergia, o primeiro passo é compreender o que caracteriza uma alergia e quais são suas causas, para que então possa dar procedência na melhor forma de tratamento, a fim de curá-la.

O que é alergia?

Alergia, ou dermatite alérgica, consiste em uma reação apresentada pelo sistema imunológico do cão, em situações nas quais ele entra em contato com substâncias ou condições que o corpo dele não “gosta”. As alergias também podem ter causas hereditárias e, nesse sentido, existem raças de cachorros mais suscetíveis a sofrer com elas, como: pug, shihtzu, lhasa apso, poodle, shar-pei, yorkshire, bull dog inglês e francês, bull terrier, pastor alemão, golden retriever e boxer.

Saiba mais sobre raças de cachorro no ebook:

5 Raças mais Amadas do Brasil

Os cães também podem manifestar alergias contra rações, leite, carrapatos, picadas de pulgas, produtos de higiene, fatores ligados ao clima ou ambiente.

Como identificar alergias?

As alergias costumam manifestar sintomas como coceiras, inflamação local e, a partir disso, queda de pelos nas regiões em que aparecem. Normalmente, a cauda do cachorro costuma ser a parte mais propensa a sofrer com alergias. Outros sintomas são: inflamação nos ouvidos e secreção nos olhos. Quando isso acontece, é comum que os cachorros se lambam em excesso na tentativa de aliviarem a coceira.

Tratamento

O primeiro passo para o tratamento adequado é levar o seu cão para uma avaliação profissional, junto a um médico veterinário qualificado, pois, a partir disso, o veterinário poderá encaminhar seu pet para exames e testes que identificarão as causas da alergia. Geralmente as alergias não têm uma cura definitiva mas, com o tratamento e medicação certa, podem ser controladas, garantindo uma vida saudável ao seu cão.

O uso de shampoos especiais, deixar o cão afastado dos causadores das alergias e comprar rações específicas para esse tipo de situação são alguns métodos eficientes para amenizar a manifestação das alergias e inibir a ocorrência de crises alérgicas.

É essencial prestar atenção no seu cão e buscar parecer profissional antes de dar qualquer procedência ao tratamento, pois alguns sintomas das alergias podem ser confundidos com os da sarna canina, que requer outras formas de cuidados.

Normalmente as alergias são tratadas medicações antialérgicas para alívio imediato das crises, sendo comum o uso de corticosteroides nesta fase e, posteriormente, essas medicações são substituídas por fármacos e imunoterapia para controle da doença a longo prazo.

Pin It on Pinterest

Share This