Você já ouviu falar no Dezembro Verde? Trata-se de uma campanha realizada para conscientizar e combater os maus-tratos e abandono de animais. A importância de trazermos à tona o debate sobre esse problema social é reforçada quando percebemos o grande número de pets que vivem nas ruas. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, apenas no Brasil existem mais de 30 milhões de animais abandonados, em média 10 milhões de bichanos e 20 milhões de cãezinhos.

Para você ter uma ideia mais realista do que isso representa, imagine que em cidades de grande porte, para cada cinco habitantes há um cachorro. E entre esses pets, ao menos 10% estão abandonados. Mas não foi ao acaso que o mês de dezembro foi escolhido para tratarmos desse assunto, a escolha aconteceu porque dezembro é o período em que há o maior pico de abandono de animais no Brasil, devido à época de festas, em que os tutores e tutoras saem para viajar e querem abrir mão da responsabilidade de cuidar dos seus peludos.

Mas além dos motivos supérfluos de final de ano, existem outros fatores que motivam pessoas a abandonarem seus companheiros de quatro patas, como nascimento de ninhadas inesperadas, animais de grande porte para espaços pequenos, perda de interesse pelo animal, mudança de endereço, alergia de algum membro da família, ou mesmo o falecimento do seu tutor ou tutora.

Saiba como contribuir com o bem-estar dos animais de rua de Joinville

É claro que nenhuma explicação justifica o abandono de um pet, pois a partir do momento em que assumimos a responsabilidade de incluí-lo em nossa família, precisamos dedicar todo o carinho e cuidado necessário para garantir o bem-estar e qualidade de vida do peludo. E em sintonia com essa ideia, o Dezembro Verde existe para reunir instituições e pessoas para aumentar a conscientização sobre a guarda responsável de animais, buscando uma diminuição do abandono por parte dos tutores.

Como surgiu o Dezembro Verde?

Foi o ativista cearense Francisco Paiva que idealizou a campanha do Dezembro Verde, em 2015. Motivado pelo número expressivo de animais sem lar no Brasil, ele sentiu a necessidade de agir diante das estatísticas. A ideia de Francisco começou a se espalhar nacionalmente após chegar a outros protetores da causa animal.

E a ideia tornou-se ainda mais real quando no 1º Encontro Nacional de Vereadores em Defesa dos Animais, ocorrido em outubro de 2017 na cidade de São Paulo, foi protocolado um projeto de lei para tornar a campanha uma ação nacional. Desde então, o Dezembro Verde vem se tornando lei em vários municípios do Brasil.

 

O que você pode fazer para combater esse problema?

Algumas ações muito simples podem contribuir – e muito – para driblarmos o problemão que é o abandono de pets em nosso país. Inspirados pelo Dezembro Verde, nós reunimos algumas dicas valiosas. Olha só:

  • Nunca presenteie alguém com um amiguinho peludo, a menos que seja em comum acordo
  • Antes de trazer um pet para a sua vida, avalie bastante a situação, considerando eventuais prós e contras. Em outras palavras: não aja por impulso! A partir do momento em que você assume essa responsabilidade, o animal passará a depender dos seus cuidados para questões como alimentação, cuidados médicos, passeios e atenção
  • Ao adotar um novo amiguinho, olhe com carinho para os cães e gatos abandonados ou que vivam em ONGs ou instituições que ofereça lar provisório para eles
  • Opte sempre por castrar os peludos. Isso é bom para a prevenção de doenças como o câncer de mama ou câncer de próstata, e também evita que novos pets venham ao mundo e fiquem à mercê da falta de cuidados
  • Nunca – NUNCA MESMO – abandone ou desista do seu amiguinho peludo. Tenha em mente que os cuidados com um animal deve sempre ser responsável e consciente, pois trata-se de uma forma de vida assim como a sua
  • Sempre que possível, participe de campanhas de conscientização e apoio às instituições que acolhem e acompanham o bem-estar de animais abandonados. Toda ajuda é bem-vinda na hora de oferecer condições de vida melhores aos pets

Ao seguir essas indicações, com certeza você não apenas estará oferecendo cuidados melhores para o seu peludo, como contribuirá para a criação de uma sociedade que olha e respeita a vida dos animais.

homeless kitten looking up

Abandono de animais é punido por lei. Denuncie!

O abandono de qualquer espécie de animal configura crime de acordo com a Lei Federal nº 9.605/98, conhecida como Lei de Crimes Ambientais. A pena para a infração é de três meses a um ano de detenção e multa, sendo aumentada de um sexto a um terço caso ocorra a morte do animal.

Os crimes de maus-tratos de animais, inclusive o abandono, podem ser denunciados para a Polícia Militar (número 190), Disque-Denúncia (181) e o Ibama Linha Verde (0800 61 8080).

Contamos com você para cuidarmos cada vez melhor dos nossos amiguinhos de quatro patas!

Pin It on Pinterest

Share This
×