Sabe aqueles sachês úmidos que nossos pets amam comer? Pois é, existem muitas dúvidas sobre os benefícios que eles oferecem para o bem-estar dos nossos amiguinhos peludos. Desde o questionamento sobre se esse tipo de alimento é saudável, até a dúvida a respeito de se eles irão aceitar outro tipo de ração após experimentarem os sachês, muitas são as reflexões que passam pela cabeça dos tutores acerca de adotar essa opção para as refeições dos seus peludos.  

Porém, não se preocupe. Pensando nesse tipo de situação, nós do Vet Plus conversamos com nosso time de profissionais para pontuar algumas questões a respeito do uso apropriado dos sachês (ou patês, como também podem ser conhecidos), para responder às principais dúvidas e desmistificar inverdades sobre esse tema. Confira e fique por dentro da melhor forma de incluir essa variedade de alimento na dieta do seu amiguinho peludo!

As rações úmidas realmente fazem mal?

Segundo a Dra. Anna Carolina, que atua com a gente aqui no Vet Plus, ao contrário do que muitas pessoas imaginam, as rações úmidas não fazem mal para a saúde dos nossos pets, desde que sejam tomadas algumas medidas de segurança básicas na hora de incluí-las na dieta deles. “Deve-se levar em consideração a quantidade (quando oferecida como única fonte de alimentação) e forma de conservação (precisa permanecer na geladeira e o prazo de validade é mais curto após aberto)”, explica Anna.

Mas, de um modo geral, as rações úmidas contam com nutrientes balanceados que contribuem positivamente com o bem-estar dos nossos amiguinhos peludos. No entanto, é sempre bom lembrar que, antes de escolher uma ração para seu pet (seja ela úmida ou não), é importante conversar com um veterinário para que ele indique opções de rações de acordo com as necessidades nutricionais do seu cachorro ou gato.

Considerando as especificidades no comportamento desses animais, nós vamos falar também sobre a relação dos sachês na dieta dos cães e gatos, de forma individual. Olha só:

Ração úmida para gatos

De acordo com a Dra. Anna, para os bichanos os sachês oferecem ainda mais benefícios. Já que eles não têm o hábito de tomarem água com tanta frequência quanto os cachorros, o consumo de alimentos mais molhadinhos facilita a digestão, e consequentemente na consistência das fezes. Além do que, os gatos utilizam a proteína como fonte principal de energia, que é o ingrediente presente em maior quantidade nas rações úmidas. 

A ração úmida também é uma grande aliada do trato urinário dos gatinhos. Eles têm a anatomia do rim diferenciada, com menor número de néfrons, e sendo assim eles apresentam maior predisposição a terem problemas renais. Como a ração úmida tem mais  água em sua composição do que a seca, ela auxilia na prevenção de cristais e plugs urinários pela maior ingesta hídrica, prevenindo problemas nesse órgão.

Ah, e também outra questão bastante importante no que se refere à dieta dos bigodinhos: alguns gatos castrados ficam mais suscetíveis ao aumento de peso e, por isso, se suas dietas forem compostas apenas por ração seca, que possui como base o carboidrato, as chances de ficarem acima do peso aumentam.

Ração úmida para cães

Os cachorros, por outro lado, assim como os humanos utilizam como fonte primária de energia o carboidrato. No entanto, isso não significa que eles não podem consumir rações úmidas. O ideal é balancear. Até porque o uso somente da ração úmida pode causar rejeição de outros tipos de alimentos, devido ao fato dela ser mais palatável ao animal. Por isso, para saber a quantidade correta de acordo com as necessidades nutricionais do seu cão, o melhor é consultar um médico veterinário. 

Existem desvantagens no uso das rações úmidas?

Existem sim. Nesse caso, reforçamos novamente a importância de confirmar com um veterinário qualificado quais as melhores indicações para o uso das rações úmidas na dieta dos pets. Isso acontece porque, em algumas situações, a marca do alimento pode apresentar uma alta concentração de corantes e conservantes, que podem resultar em alergias prejudiciais à saúde dos pets. 

Inclusive, como as rações úmidas não geram tanto atrito na hora da mastigação, a possibilidade de causarem placas bacterianas nos dentes dos animais é muito maior, em relação à ração seca. E não para por aí, outra questão importante a ser considerada quando falamos na alimentação animal a partir de rações úmidas, é a possibilidade de excesso de sódio.

No entanto, em relação a isso, devemos lembrar que o limite seguro de sódio para cães e gatos é bem alto em relação aos humanos, e essa preocupação surgiu justamente em função do que se fala do sódio para o organismo das pessoas. Mas de qualquer forma, os órgãos de fiscalização – como Inmetro – permitem que cheguem ao mercado apenas produtos que se adequam ao limite de sódio permitido, para não causar danos aos animais. O limite superior considerado seguro de sódio, segundo o NRC e a FEDIAF é de 15.000 mg para cada 4.000 kcal.

Alimentação com precaução, é garantia de bem-estar

Agora que você já sabe que os sachês e rações úmidas são alimentos seguros para o seu pet, na medida em que são tomados os cuidados necessários, agende agora mesmo uma consulta no Vet Plus, para que possamos realizar uma avaliação e recomendar os produtos adequados para a dieta do seu amiguinho peludo. Estamos 24h por dia com as portas abertas e, também, para garantir sua comodidade realizamos o agendamento online. 

Vamos juntos cuidar da saúde do seu pet? Agende aqui

Pin It on Pinterest

Share This
×