As vacinas são imunizações temporárias ou permanentes que são aplicadas para combater principalmente doenças virais e bacterianas. Elas atuam como auxílio para a criação de anticorpos pelo organismo, estimulando o sistema imunológico a ficar preparado para enfrentar doenças antes mesmo dos nossos pets entrarem em contato com os micro-organismos responsáveis por causá-las.

É curioso, mas a matéria-prima principal para o preparo de uma vacina é o próprio organismo que causa as enfermidades. Você não precisa ficar assustado, porque para a criação do remédio esse organismo será trabalhado de uma forma enfraquecida ou mesmo inativa, para que o corpo o conheça e produza suas defesas contra doenças. Com isso, ocorre uma reação imunológica do corpo que recebe essa quantidade de vírus ou bactéria e são criadas defesas específicas para combater esse respectivo agente infeccioso.

 

Quais doenças podem ser prevenidas pelas vacinas?

 

Quando realizada de forma adequada, dentro dos respectivos prazos e períodos indicados por médicos veterinários, a vacina em cães e gatos é eficaz na prevenção e combate a diversas doenças que podem atingir nossos peludos. Quer saber quais são algumas delas? Nós preparamos essa tabela para contribuir com o seu entendimento, olha só:

vp_tabela_artigo-vacinas

 

Vacina em cães

 

Os cuidados ideais com nossos cãezinhos incluem um roteiro de vacinação bem estruturado. Entre as doses que devem ser aplicadas neles, estão:

vp_tabela_artigo-vacinas_2-01_3

 

Primeira dose de vacina

 

– V10 ou V8 a partir de 6 semanas, seguida da vacina com proteção para a gripe, proteção para a giárdia e proteção contra a raiva. Não esquecendo da proteção contra a leptospirose que deve ser feita com intervalo de 6 meses da V10 ou V8.

É muito importante respeitar o intervalo de 21 a 30 dias entre as doses até completar o quadro vacinal de filhotes. Após esse quadro inicial completo, o reforço passa a acontecer anualmente. E não esqueça também que antes do final do protocolo vacinal, o filhote não deve ser exposto a meios de contaminação que coloque em risco a saúde dele.

A vacinação contra leishmaniose deve ser feita a partir dos 4 meses, sendo 3 doses com intervalo de 21 dias exatos entre elas.

Vacina em gatos

 

Para os gatos, o calendário de vacinação é composto da quádrupla felina (que também os deixa longe da gripe) ou da vacina quíntupla e da anti-rábica. A vacina quádrupla, conhecida como V4, protege os peludos de panleucopenia, rinotraqueite (gripe), calicivirose e Clamidiose. Confira o calendário ideal:

vp_tabela_artigo-vacinas_2-02

As complementares são as quíntuplas, que envolvem proteção contra as que existem na quádrupla mais a proteção contra leucemia viral, a FeLV, que é indicado pelo menos enquanto o gato for filhote.

Ah, uma observação bem importante: os reforços das vacinas em gatos devem ser feitos a cada ano ou a cada três anos. Cada caso é avaliado individualmente.

 

Recomendações sobre vacinação

 

Agora você já sabe quais vacinas são necessárias para cães e gatos e também por que elas não devem ser esquecidas, vamos aproveitar para dar algumas dicas que você não pode deixar de lado:

  • Como já mencionamos, mas não custa repetir, nenhum filhote deve ter contato com a rua ou com outros animais antes de terminar o ciclo de vacinação
  • Seu pet vive em apartamento ou fica apenas no quintal? Isso não o isenta da vacinação
  • Guarde com carinho a carteirinha de vacinação do seu animal: ela é um documento importante para o veterinário e também para que você possa viajar com seu companheiro
  • Existe um animalzinho doente na vizinhança? Mesmo que seu pet esteja vacinado, procure não o deixar próximo dele

 

A prevenção é o melhor remédio!

 

Como está a carteira de vacinação do seu pet?

Você está em dia com os cuidados a respeito da vacinação do seu amiguinho de quatro patas? Se a resposta para essa pergunta foi imediatamente um sim, parabéns, você está arrasando no papel de tutor zeloso. Agora, se você ficou em dúvida entre um talvez, ou até mesmo um não, que tal agendar agora mesmo uma consulta aqui no Vet Plus e vamos conferir juntos como está a saúde do seu animalzinho? É só clicar no link aqui.

Pin It on Pinterest

Share This